“Matt Smith continuará conosco” diz Karen Gillan

Respondendo a rumores quanto à saída de Matt Smith após a sua segunda temporada como o Doutor na série Doctor Who, Karen Gillan tinha isto a dizer:

“Matt continuará conosco, acho que esses rumores foram totalmente falsos.”

Os rumores se originaram no tabloide britânico The Sun, conhecido por seus falsos boatos, e dizia que Matt Smith sairia da série Doctor Who após a segunda temporada para seguir carreira em Hollywood. Esta informação teria sido repassada por um amigo de Matt.

Caso os rumores se tornassem reais, seriam um choque não somente para os fãs, que aceitaram Matt Smith e sua versão do Doctor como autênticos, mas também para a BBC, que esperava que o jovem ultrapassasse David Tennant e suas 3 temporadas na série.

Fonte: DoctorWhoTV.uk

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Este post tem 24 comentários

  1. Bom, nada que venha do The Sun pode ser levado muito a sério… e Matt tem contrato de 5 anos, não é? Duvido que fosse quebra-lo por nada. Mas é bom que Karen tenha dito isso para acabar com os rumores.

    1. Na verdade o contrato é de 3 anos, mas pode ser extendido.

  2. Olha, eu até que fiquei feliz em ter esperanças na verdade dessa notícia, pois não consigo ver o Matt como Doutor, sei lá, não desce, gostei das histórias da 5ª, está certo que mais carismático que o David não existe como Doutor, e pegando até mesmo os Livros que tenho do Doutor da decada de 70, o que é descrito nas histórias, sei lá o Matt não encaixa, como minha mulher descreveu deram um ar Crepúsculo para o Personagem, ficou meio EMO na aparência, e outra coisa é que a Karen conseguem em cena se destacar mais que o Matt, deixando o Doutor como um coadjuvante. bem era isso, até

    1. hehehehe, pois é… tb pensei isso…^^

  3. Bem, o David Tennant é e será para sempre my Doctor – the dream, aliás DREAM -, mas ele já saiu da série e não tem sentido ficar falando da sua espetacular atuação. Me gusta muitíssimo o Doctor 11, e lamentaria muito a sua saída, mas é ele quem sabe o que prefere. Contudo, se de tudo ele quiser sair, e se fosse possível o ator que faz o Sherlock de Steven Moffat (Benedict qualquer coisa)ficar no lugar dele eu não ficaria triste de jeito nenhum.
    Mas, sim, esse tal jornal é celebérrimo pela boataria. Seja como for, vamos aproveitar a ótima atuação de Matt enquanto ele está entre nós.

  4. eu gosto do Doctor 11, não achei que tenha ficado com a aparência emo e de crepúsculo, e olha que detesto esse filme -.-. Ainda não assisti a serie com David Tennannt(então não posso falar nada) só com o Chistopher Eccleston e é o meu favorito até agora =]

  5. Minha primeira impressao sobre esse doctor who da quinta temporada nao foi boa assim.
    Estranhei o jeito dele, achei o personagem muito palhaço, meio sem noçao das coisas, uma tanto arrogante, mas a partir do epi The Time of Angels ele começou a ganhar a devida seriedade dos persoangens anteriores. Antes ele tava mais parecendo um ponto perdido na trama, como se o personagem nao tivesse conseguido se “refazer da metamorfose”. Agora realmente eu gostaria de ver ele pelo menos em mais uma temporada.

  6. => peneloxii: como eu invejo você! Tem três temps e os especiais de 2009 para conhecer o David Tennant… Ah, como você vai ser feliz!

    => Thiago, eu adoro o jeito que você chama arrogante do Doctor. Olha só, ele está a anos luz dos humanos: é muito mais sábio, vive há 900 anos, então ele só podia ser daquele jeito (para mim adorável) meio impaciente com a lerdeza dos demais, elétrico, rápido de raciocínio, franco, etc. O 10o. e principalmente o 9o. também eram assim…

  7. Particularmente, eu achei o Doctor do Tennant muito mais palhaço que o do Matt. Ele fazia piadas para pessoas deconhecidas em momento de seriedade, o do Matt é mais “estressado” quando o momento pede por isso.
    O do Matt demonstra mais que ele é de outro planeta do que a maioria dos outros Doctors. Acho que os únicos que chegaram perto disso foram o do Eccleston e o do WIlliam Hartnell (primeiro Doctor). E, como a Bianca disse, ele está muito além de nós e tem todos os motivos possíveis para ser arrogante. Todos os Doctors eram meio arrogantes em comparação aos humanos do século 20 (ou 21 a partir do Eccleston), alguns mais e outros menos, mas todos tinham uma certa arrogância.

    PS: já que a Bianca disse que ele tem 900 anos, isso traz outro assunto: o Doctor não tem idade definida. O Moffat falou publicamente que, para ele, o Doctor não sabe a própria idade. Ele vive viajando, especialmente viajando no tempo, o que praticamente impossibilita a contagem da idade dele, fazendo com que ele minta sempre que perguntam a idade, provavelmente falando algo aproximado.

  8. Eddy, na história “oficial” até pouco tempo, o Doctor teria apenas mais uma possibilidade de regeneração, ou seja, teríamos apenas mais um Doctor depois da encarnação do Matt. Penso que, por essa razão, Moffat esteja dando uma mudadinha na história, no que, aliás, faz ele muito bem: quero que a série dure muito, muito mais ainda.
    Da mesma forma, como a Time Lady disse, com o que pareceu um reboot no final da temp 5, ficam abertas muitas possibilidades, como, por exemplo, aparecerem mais timelords, Gallyfrey e muito mais. OBA!

    1. São 12 regenerações. A primeira regeneração ocorre do primeiro para o segundo Doctor, o nascimento não é uma regeneração, portanto são 13 vidas, como o Matheus disse. Até hoje só um Time Lord conseguiu burlar essa regra: Rassilon, que vive desde a criação da sociedade Time Lord na Death Zone de Gallifrey (e possivelmente era ele que se tornou presidente na Time War, ou pode ter sido outro Time Lord que tomou o nome de Rassilon para si)

  9. ah, já estava a ver que ele não ia fazer a sexta temporada…

    Mas depois deve sair, para o bem dele que eu acho que ele tem futuro em Hollywood 😉

  10. Sem dúvida Tennant é meu preferido, pois foi com ele que conheci a série então tenho um carinho especial, mas gosto muito do Eccleston e Matt, da série clássica conheço mais o Baker então nem posso falar muito.

    Eu estranhei mais o Matt em fotos e afins, quando o vi pela primeira vez como Doctor já gostei dele e acho que minha impressão foi melhorando com o tempo, quando ele começou a ‘formatar’ mais o estilo que daria ao personagem [que por sinal tem muito do Baker para mim].
    Na verdade não tem como dizer que não gosto de algum dos Doctors, eles são uma evolução para mim, pelo menos nessa nova versão. Eccleston é o “nascido da guerra”, como o próprio Doctor ressalta mais para frente, ele é mais durão e muito carismático. Tennant já parece ter superado o ódio mais imediato e é um Doctor melancólico que tenta se encaixar nos mundos mas nota a solidão e tudo mais e Matt Smith já trouxe mais serenidade, auto-confiança e até perigo ao caráter da personagem, coisas que o doutor foi aprimorando com o tempo. Ele é menos próximo dos humanos [como Baker, diga-se…] e talvez mais arrogante [ou só consciente de que é mais sábio mesmo] porque sabe seu lugar, os outros Doctors ainda estavam se encaixando, creio.

    Acho que o doutor do Matt será cada vez mais incrível, ele é o mais consciente do que ele é e isso faz toda a diferença, gosto cada vez mais dele quando paro p/ pensar sobre isso.

    _______
    Essa questão da idade é muito interessante, faz todo sentido mesmo. É capaz de Moffat colocar o Doctor falando a “idade errada” qualquer dia desses…

    1. Acho o Baker mais distante dos humanos…Da série clássica, ele era ao meu ver, o segundo mais “et”. Só perdia pro outro Baker, o Colin.

      1. Concordo! Ele é bem alien e distante, acho que não me fiz entender anteriormente. Colin ainda não pude ver para comentar, quando assistir vou reparar se tem uma inspiração no xará…

      2. Por outro lado, o mais próximo dos humanos era justamente o que separou os Bakers: Peter Davison.

  11. Eu adoro o Matt Smith e o 11 Doctor, para mim ele é um velho no corpo de menino, principalmente em Big Bang ele demonstra bem a idade.
    Eu adorava o Tennant mas acabei enjoando dele no especiais de 2009, tava muito melancolico e deprimido, para ser sincera gostei qdo ele regenerou, foi uma boa mudança mas espero que o MS fique mas uns 2 anos.

  12. Sobre Rex is not you lawyer: eu veria de qualquer jeito – sigo o David igual a um cachorrinho louco pelo dono -, mas, fala sério, ê premissa besta! Não tinha nada um pouquinho mais interessante para criar?

  13. Sobre a notícia: que pena.

  14. Ah, falando no Davison [que eu, vergonhosamente, nunca vi], tem algum lugar onde dê para baixar os episódios com ele, mesmo sem legenda?

    1. Eu tenho um arquivo .torrent com todos os episódios do Peter Davison (e outro com todos os episódios do Jon Pertwee)
      Se isso servir, me mande um e-mail para eddy.schoenfuss@gmail.com que eu respondo com os arquivos .torrent anexos =)

      1. Servi sim, vou mandar o e-mail. Obrigada! 🙂

Deixe uma resposta

Fechar Menu