Universo Who Podcast 2.0 #01

Junto com a felicidade da volta de Doctor Who, presentearemos vocês com a alegria da volta do podcast!! Essa edição, dedicada totalmente à Asylum of de Daleks é apresentada pela pessoa que vos escreve, Giovanna Michelato, com a participação da Luiza Czarnobai, e os convidados Amanda Tavares e Micael Silva.

Devo avisar desde já que o papo estava muito bom e engraçado, por isso nos delongamos no podcast! Mas tudo é devido à animação pós-volta de Doctor Who! Mas prometo que está incrivelmente bom, então assistam até o final.

Download

Queria agradecer ao nosso editor do Podcast. E também ao Matheus Carvalho, que acompanhou a nossa gravação, dando várias dicas e sugestões.

Queremos saber o que acharam do podcast, então não esqueça de deixar um comentário!

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Este post tem 51 comentários

  1. Achei bem legal 🙂 Mas a musica está num volume alto e algumas pessoas não dá pra ouvir… Mas etsou adorando 🙂

  2. Molto bene. Mas se a galera aí quer fazer um podcast, pelo menos cada um deve adquirir um microfone de maior qualidade.

    Fica a dica.

  3. Giovanna, Luiza, Amanda e Micael: parabéns, o podcast está muito bom! Gostaria de fazer apenas duas observações: vocês deveriam fazer uma queda de áudio maior no BG a partir do momento em que vocês começam a falar, pois ele está muito alto e as vezes atrapalha a compreensão da conversa. E mais uma observação que é mais um toque: tomem cuidado com a repetição da expressão “tipo”, que vocês falam bastante. Isso é um pouquinho irritante, mas com o tempo vocês pegam jeito 😉

    Continuem, por favor!

  4. Gostei bastante do PodCast, só não gostei da música de fundo que ficou muito alta e não combinou com o clima da conversa.

  5. Amo um bom podcast, ainda mais quando é sobre DW! To adorando <3

  6. and i’m back aos comentários gatinhos!

    Foi muito bom estar com vocês, fazer podcast com vocês e etc. Quanto ao microfone, true story. Estou a meses para comprar um novo, mas a vida social e acadêmica me consomem.

    Ouvindo agora o podcast, só posso me sentir muito honrada de ter conversado com uma galera tão inteligente e divertida. Foram umas 2hrs de ligação, visões diferentes da série e discussão saudável de todos juntos.

    I LOVE EVERYONE IN THIS TARDIS

  7. Muito bom! Mas como já disseram aqui nos comentárias, a única coisa que atrapalhou foi a música de fundo. Fora isso to gostando bastante. Adoro esses podcasts de Doctor Who ^^

  8. Não consigo ouvir o podcast,pra ser sicera o player nem está aparecendo no meu navegador que é Mozila…

    1. Estávamos com um problema no audio e estamos agora corrigindo isso, por isso tiramos o podcast do ar.

  9. Acho que não dá para comparar a participação da Jenna nesse episódio, com a de outros atores, já que a Jenna fez episódio depois dela ter sido anunciada como nova companion, outros atores participaram da série antes de serem anunciados, nesse caso deram desculpas que era prima, descendente e etc então no caso da Oswin não deve ser alguma coisa tão simples como sendo alguma parente.

    Agora todos spoilers divulgado sobre a Clara, bate com o que foi mostrado da Oswin nesse episódio, então só pode ser a mesma, mas vai saber o que passa na cabeça do Moffat.

    sobre a separação do Ponds, olhando o Pond Life e esse episódio, parece que tudo aconteceu em apenas 1 dia, porque no Pond Life tem a cena do Rory deixando a casa, e tanto o Rory quanto a Amy estão com as mesmas roupas, maquiagens, tudo igual do jeito que estão nesse primeiro episódio.

    e sobre os atores britânicos que estão em praticamente em tudo, não sei o porque a surpresa, já que no Brasil é a mesma coisa, é que as produções não duram muito, então sempre os atores estão fazendo uma ou duas minisséries por ano, ou então em todos os filmes do país, o que é diferente dos EUA, que um ator fica em uma unica produção por 3 ou até 10 anos.

  10. Cara ta mto legal, mas a musica de fundo ta mto alta, fica dificil pra ouvir :/

  11. Se estão com as mesmas roupas da separação (não tinha notado, vou conferir depois) como deu tempo do Rory preparar os papéis do divórcio pra ela assinar???

    A frase atribuida a Clara “Pegue-me garoto e me leve para conhecer as estrelas” nos spoilers saiu NESSE EP e não no de Natal.

    Caracas, agora estou DOIDO para saber como vão fazer para encaixá-la em dezembro. Ahhhhh Moffaaaaatttt assim você mata a gente!!

  12. Eu espero realmente que não seja a mesma coisa que a River Song

  13. Na minha opinião a Clara/Oswin vai ser River+Donna
    River,porque o Doutor e ela se conhecem na hora errada e ele vai ter pena dela e por isso vai voltar ao passado para ela poder ver as estrelas como ela tanto queria
    e Donna porque o Doutor deve apagar lhe a memoria como fez com a Donna para ela nao saber quem ele é quando ela cair no Asilo
    e não se esqueçam que o tempo não é uma linha reta é wibbly wobbly timey wibey.
    infelizmente só vamos saber a resposta no fim do ano

  14. Aguardando a correção 🙂

  15. Gostei do podcast e fico mais feliz ainda por ver mais mulheres falando sobre Doctor Who – girl power – =).
    Eu vi os mini epis de Pond Life como snapshots selecionadas aleatoriamente entre as idas e vindas do Doctor, então não vi a separação dos Ponds como algo tão repentina assim como se um dia estivesse tudo ótimo e no outro não.
    Acredito que tenha sido algo que se desenrolou até ali com o passar do tempo.
    A Amy é durona, achei compreensível ela não saber lidar com essa coisa de não poder mais ter filhos e conviver com uma pessoa que adoraria ser pai, é dificílimo conviver com alguem sabendo que jamais vai poder realizar um sonho desta pessoa.
    Não foi uma questão de falta de diálogo, talvez tenha sido uma questão de não saber o que fazer ou como lidar com a situação. Tem quem fique paralisado por medo de algo, tem quem encare a situação, tem aquele que vai correr, cada um encara as situações ruins de uma forma diferente, a Amy achou melhor abrir mão do Rory, quem pode julgar?
    Duas coisas me deixaram muito curiosa e cheia de teorias: A volta de Oswin, ou será que vai ser outro personagem para a mesma atriz?
    Acredito que será uma volta, fico imaginando o gancho que o “remember me” que ela fala deixou e a forma como isso pode acontecer. Não acredito que vá rolar algo no estilo River Song.
    O episódio foi excelente, deu uma idéia de que essa nova temporada será muito boa.

  16. Eu achei o recurso de apagar a memoria da Donna muita sacanagem com a pobre, salvar o universo e voltar para aquela vida mediocre que ela tinha foi malvado, pra dizer o minimo. Espero sinceramente que não usem um recurso similar pra Orwin, inclusive porque procura-la no passado, andar com ela pelas estrelas e apagar a memoria dela seria o mesmo que usá-la (ela diz claramente que entrou na 1a viagem do starliner para ver as estrelas, e teve o naufrágio na primeira vez)

    Agora não sei se vocês se tocaram de algo, o Doutor disse no parlamento (logo no inicio) que era NATAL. Será que esse episódio É o da introdução dela? E o Moffat está (mais uma vez) nos TROLLANDO a respeito? Pensem nisso, faria bastante sentido o Doutor ir lá salvá-la (agora como tirá-la da armadura Dalek ai já será um pouco demais pros meus 2 neuronios…)

  17. Desculpe, mas o endereço de assinatura do Podcast no iTunes mudou ?
    Fiz a atualização, e o episódio novo não apareceu na listagem 🙁

    []s

  18. Não, o episódio #00 também não apareceu – fiz d/l manual.

    O último episódio que eu tenho é o especial de natal, e o iTunes acusa que o endereço mevio/universowho.xml não é válido.

    Qual o novo endereço, para colocar no iTunes ?

    Não estou achando no site para colocar no iTunes … desculpe pela “burrice” :o)

    []s

    1. Infelizmente ainda não possuímos novo endereço lá. Mas estamos providenciando isso.

  19. legal mais quando vai ter a parte dos vilões?????????????????????
    pq eu clico no link la cima e fala q a pagina não esta disponível no momento

    1. Estou trabalhando isso! Aguarde uns dias e estará tudo prontinho (:

  20. Giovanna a página está sensacional. Só faltam 2 itens importantes no site:

    A via sobre os vilôes que está indisponível como disse o Victor.
    O “At The Proms 2008”. O texto fala sobre ele mas só há link para o de 2010.

    Uma sugestão: Disponibilizem para download com legendas os documentários:

    Best Of The Companions
    Best Of The Monters
    Best Of The Doctor Who
    The Science Of Doctor Who
    The Women Of Doctor Who
    The Timey-Wimey Of Doctor Who
    The Destination Of Doctor Who

  21. Queria muito ouvir antes do próximo episódio 🙂

  22. Poxa, tem gente com mais de 29 que assiste DW !! rsrsrs

  23. Oi eu queria comentar uma coisa
    eu acho que SIM o Doctor pode ter concertado o problema da Amy
    não sei se vocês repararam mas o Doctor DEIXOU a Amy ficar exposta ao nano-bos por pouco tempo mais deixou.
    ENTÃO os nano-bos podem ter “concertado” o problema da Amy
    ~~tipo pensei nisso 🙂

  24. Muito bom o podcast, mesmo com os probleminhas de áudio. Só queria pedir para os participantes tomarem um pouco de cuidado com os vícios de linguagem, tiveram muitos “tipo” e “saca” entre outras coisinhas. Não é querendo ser chata nem nada, mas incomoda um pouco.
    Sobre a conversa, concordo plenamente que o Rory não quis jogar na cara da Amy os 2mil anos que ele esperou. Ele só queria mostrar que, não importa o problema que eles tenham, ele sempre vai estar com ela, e ter esperado todo esse tempo, só prova o quanto ele a ama. A Amy é a única que não notou isso.
    Agora a Oswin, meu Deus, eu já tinha gostado da Jenna, mas tinha um pé atrás em relação à personagem,mas me apaixonei nos primeiros 5 segundos. Ela é incrível, e todo aquele jeito geek e esperto que ela tem só a fez ficar mais interessante. Não acho que o Moffat vai repetir o mesmo plot da River, de conhecermos primeiro o fim dela, isso seria preguiçoso demais. Pode até ser que ela, naquele ponto do tempo já tivesse viajado com o Doutor, e por ter sido transformada em Dalek, possa ter esquecido, mas eu tenho esperança que o Moffat vai criar algo mirabolante e brilhante pra resolver isso.
    Até o próximo podcast, pessoal.

  25. Alguem se tocou que a fala da Oswin “Entrei na nave para conhecer as estrelas” é muito parecida com a fala da “Filha do Doutor”????

  26. O que houve com a galera da antiga do podcast? Foram pra outro? Mas até que ficou legal o cast, tirando o problema do áudio!!

    1. A galera do cast mudou porque, bem, o responsável por ele mudou. O Rod Reis, responsável pelo antigo podcast, decidiu não mais cuidar do nosso podcast, para dedicar-se mais à projetos próprios, sendo assim, como a própria equipe ficou responsável pelo programa, decidimos reformular um pouco…

  27. Algumas pessoas me perguntaram no Twitter e também vi perguntando aqui no post sobre o podcast no iTunes e na iTunes Store. Tomei a liberdade de criar um novo feed linkando os podcasts antigos mais os desta temporada. Está aguardando liberação na loja (inclusive o Matheus vai receber um e-mail deles assim que estiver online) mas quem quiser já pode cadastrar com o endereço direto no iTunes http://feeds.feedburner.com/UniversoWhoPodcast

  28. Consegui (finalmente) ouvir o podcast, parabéns! Mas, diferente dos outros, foram usadas muitas girias que não deu para entender direito, por ex. COSPLAY, chamar o Rory de MICKEY (o que tem a ver?). E as vezes todos falam ao mesmo tempo, ficou um pouco confuso, melhor vocês combinarem melhor ou ajeitar na edição. Mais, ficou com uns problemas de som (por volta dos 45, 47 e 60-62 minutos por exemplo)

    Sobre o crescimento do personagem Rory, desde que ele começou a ser morto em vários eps da 5a temporada, e depois voltar, tornou-se engraçado e deu espaço para ele mostrar mais do personagem. Ele vestido de romano enfrentando os Cybermen com a pergunta (“Onde está minha esposa?”) e o recado (“Quer que eu repita a pergunta?”) logo após explodir as naves dos Cybermen foi impagavel, como foram também as cenas em TAOD da “falta de perguntas legais” e “quao encrencados estamos” e “quem matou os daleks”.

    Não acho que fosse tão importante a motivação do divórcio. No POND LIFEs tivemos pequenas visões da vida dos dois, um dia por mês, não dá para saber se eles tinham problemas ou não, a idéia era só ter uma idéia da vida dos dois SEM o Doutor (se bem que ele sempre passava por lá e sempre deixava recados na secretária, então ele não estava bem “distante”).

    A dinâmica de Oswin com o Doutor é muito boa mesmo. Ela é inteligente, divertida, espirituosa, sexy, não tem como não gostar dela. De onde vocês tiraram que ela foi adicionada DEPOIS no episódio? Pelo que li o ep foi gravado APÓS ela ter sido contratada como nova companion.

    De mais, só um pedido, vejam se conseguem seguir um tipo de roteiro, pois passaram muito tempo em algumas partes e foram muito rápidos em outra, foram lá na frente e voltaram. O ideal é comentar cada bloco na ordem, para facilitar o entendimento.

    Mais uma vez, parabéns e obrigado

    1. Obrigada pelas sugestões… Mas na verdade, comparamos ele com o Mickey Smith, sabe?! Dá uma escutadinha de novo que você entende a linha de raciocínio.

  29. parabéns pelo podcast!
    alguns defeitos sempre tem, mas isso acontece com qualquer coisa nova.
    continuem com o bom trabalho
    mas uma pequena dica: comprar poster do doctor who
    eu encontrei um site: http://www.allposters.com.br
    lá tem de tudo
    comprei um da Tardis explodindo do van gogh
    ficou muito legal no meu quarto!

    parabéns e continuem!

  30. Giovanna, comparar o Rory com o Mickey Smith é um pouquinho demais. A Rose namorava o Mickey e o deixa na maior para ficar com o Doutor de Ecclestone. Amy jogou-se sobre o Doutor de Smith algumas vezes mas após ele ir buscar o Rory, o casal Pond nunca mais (até esse ep) se separou.

    Ou seja, Mickey levou um belo par de chifres, simplesmente. Isso nunca aconteceu com Rory. E Rory teve um desenvolvimento muito maior, a ponto de se tornar nome fixo na abertura (Mickey nunca chegou a isso e só tivemos um vislumbre de que ele ficou com Martha nos flashbacks da despedida do Doutor de Tennat).

    Dito de outra forma Mickey Smith sempre foi um personagem secundário nas tramas.

    Vocês podiam tirar uma foto do cosplay da JLC e postar aqui no site… 😉

    1. Acho que o que as meninas queriam dizer é que no começo, ele não parecia ser alguém com um papel tão grande, sabe?! Que ia ser chato igual o Mickey… Mas com o tempo foi um papel que cresceu…

    2. Mickey jamais levou chifre na época do 9º e caso você não se lembre, Rory só volta a aparecer depois de The Eleventh Hour no episódio 06 da temporada…Os dois tem um começo parecido, a diferença é o desenvolvimento…

  31. Tá, vou trocar o “levou chifre” por “foi abandonado” quando ele pediu pra Rose nao ir e ela foi na maior (episodio “Rose”)

    Eu queria entender o arco da velhinha e do cara do notebook no ep 5×01, pareceu pra mim que o Doutor conhecia os dois mas eles não lembravam dele (por conta do reboot do universo no fim da temporada), mas isso não foi explorado

    Portanto Rory só cresceu na série (ao meu ver) para evitar que Amy continuasse dando em cima do Doutor (inclusive porque estava muito descarado)

    Aquele lance de ficarem matando ele a cada dois episódios era muito maneiro, engraçado até.

    Em todo caso Rory é um melhor ator que o Mickey. Se fosse para comparar da temporada do Ecclestone eu diria para comparar Rory com Capt Jack

  32. Ja eu acho River Song incomparavel com ser algum da nova mitologia. Imagine uma temporada com ela como companion? Sera melhor que a de Donna Noble!

  33. Parabéns pelo podcast, pessoal!!!
    Adorei acompanhar o papo de vocês. É sempre ótimo ouvir quem entende de DW…

    Bem, sem mais delongas, vamos as análises:

    Assim como 99,999% do fandom, estou amando a Oswin. A melhor parte foi ver ela hackeando o sistema dos Daleks (companion hacker!!! *.*). A personagem é mesmo genial… Tem tudo para ser uma das melhores companions ever!

    Uma coisa que vocês falaram e eu não dei muita atenção quando vi o episódio foi o lance da pulseira. Não acredito que isso vá provocar a queda do 11th, mas não ficaria surpreso se o Moffat usasse isso de alguma forma no fim da temporada…

    Mas o que me deixou realmente empolgado foi a possibilidade de lançarem os livros no Brasil. Sou fã dos livros de DW, e adoraria poder ter alguns na minha estante. Considerando a quantidade de leitores no fandom, acho que a publicação em português mais do que viável.

    É isso, galera.
    Mais uma vez, parabéns a toda a equipe podcast!!!

  34. Olá! Venho aqui também dar as minhas sugestões e pitacos!
    Acho sensacional essa galerinha nova que tá se amarrando em Doctor Who, mas ei! Não são só pessoas com menos de 20 anos que estão nessa vibe! rs

    Muitas coisas já foram comentadas aqui, mas repetirei mesmo assim.

    1) A música de fundo incomodou e atrapalhou bastante o audio… Não só a altura, mas muitas vezes não batia! A música de fundo num climax danado e o diálogo normal, e isso dá um conflito enorme quando a gente ta ouvindo! Alem da musica ter que estar um pouco mais baixa, as viradas e climax deveriam bater em mudanças de quadro, ou finalizando certos diálogos, antes de ir para outros, etc.

    2) Os vícios de linguagem são um problema! Eu com meus 26 anos me sinto meio besta porque parece que estou ouvindo um bando de crianças conversando! Sei que vocês são novos, mas como eu disse anteriormente, nem todo público é! Essas coisinhas de menininha e papinho meio bobo irrita um pouco, desculpe se estou sendo ranzinza mas é a opinião de merda minha! rs Fiquei até com pena do meu xará Matheus no meio da conversa com as meninas!

    3) Acho também que para um podcast sobre o episódio, os diálogos e conversas poderiam seguir a linha do episódio em si! Começou se falando da cena lá do fim, para voltar e discutir coisas do início depois. Não me agradou muito também!

    Não quero ficar bancando o reclamão! Acho louvável o esforço de vocês para trazer a nós mais detalhes desse universo tão maravilhoso! Vocês merecem muitos elogios pelo empenho, dedicação, e por não desistir, mesmo quando muitos saíram fora! Vocês são referências para todo brasileiro que curte o Doutor!
    São críticas construtivas, de acordo com minha análise e minha opinião fecal, conforme a galera do MRG diz rs

    Um abraco a todos,

    GERONIMOOOOOOOOOOOO

    1. Mateus, duas coisas:

      1-Era o Micael, não eu nesse podcast. hahaha
      2-MUITO OBRIGADO. Sério. Críticas como essas são as que nos fazem correr atrás de melhora. 🙂

  35. Ops… haha confundi! Jurava que era voce! Fico feliz que tenham entendido a real função das minhas críticas! 😉

  36. Não há mais feed do podcast?
    Procurei no site mas não encontrei.

  37. Nossa, adorei o Podcast, parabéns.
    A propósito, a Season Premier foi demais, rsrs.

  38. Nossa, adorei o Podcast, parabéns.
    A propósito, a Season Premier foi demais, haha.

  39. Vcs vão reupar os podcasts?? Queria muito ouvir!!! rsrs

    1. Sim, estamos trabalhando nisso.

Deixe uma resposta

Fechar Menu