UWPodcast – #25 – Era RTD vs Era Moffat

Podcast_New_Large_25

Olá, amigos.

Hoje a nossa ‘Guerra Civil’ está montada. A equipe do Universo Who tenta defender a Era RTD, porém sempre descobrem que os melhores episódios foram escritos por ele, sim, por Steven Moffat. Mas com muito esforço listam os pontos altos e baixos das duas eras.

Participaram dessa edição:

Vinícius Viana – Twitter | Instagram

Denise Ferreira – Twitter | Instagram

Jéssica Laíse – Twitter

Gustavo França – Twitter | Instagram

Escute aí, deixe seus comentários no post e não se esqueça de assinar nosso feed.

Nossas Redes Sociais:

Twitter | Instagram | Facebook

Escute o podcast:

Link alternativo: Google Drive

Uma guria viciada em seriados, esportes e música. Nasci em 23/11/1991, coincidência? Moro no interior de São Paulo, mas vivo sonhando com as terras dos pampas gaúcho.

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Este post tem 7 comentários

  1. Sabe aquele negócio de que o fandom estraga certas coisas? Pois é, mesmo concordando que ele escreveu alguns dos melhores episódios, to começando a pegar ranço de Moffat. E Midnight foi escrito pelo Russell T Davies.

  2. O Moffs alavancou DW a um nivel mundial, com qualidade de roteiro e visual quase cinematográfica, mas a mania de trollar o espectador, de transformar (quase) todo episódio numa aventura épica, de criar personagens e vilões pica e depois esquecê-los (ou descaracteriza-los), me fez desejar cada vez mais uma mudanças saída dele.
    Eu discordo com o cara que disse que a versão do Doctor do RTD é mais amigável, acho que em ambas as eras o doctor tinha momentos de heroi clássico, de anti heroi e até vilão…pessoalmente, acho que há uma evolução psicológica bem orgânica na passagem do 9, 10 e 11 (em relação a time war e o tabu que se tornou Gallifrey), depois que entra o 12 parece que essa continuidade desanda.
    Não consigo ver onde esse povo acha a Rose carismática, ela não tem 1% de carisma, eu gosto dela porque o Doctor gosta dela, e só. E sobre o romance, também impliquei no começo, mas como até comentaram, numa série interminável, é interessante diferentes relações doctor-companion serem abordadas, dessa vez foi a amorosa, paciência, mas foi válido. Por outro lado, achei covarde a forma como o RTD construiu a Martha e a season 3 tudo pra ficar a sombra da Rose, se era pra viver de luto emaltratando a menina que viajasse sozinho então.
    Da era RTD acho que meu ep favorito é waters of mars. Menção honrosa a Dalek, Satan’s pit, human nature, e todos escritos pelo Moffat.
    Da era Moffs o ep duplo de Doctor falls. Menção honrosa a Vincent and the doctor, e todos da season 6, exceto o finale.

    1. Eu até ia comentar, mas você disse tudo que eu queria dizer……..

  3. RTD fácil, apesar de na época dele ainda ter uma fotografia que lembra produções dos anos 90 e muitos dos episódios terem aquela “vibe” de “filmado em estúdio”, os roteiros são mais redondos e o andamento das histórias não soa corrido ou atropelado.

  4. 1h12 de quase todos os carinhas desse podcast pagando pau fudido pro Moffat, e toda vez que o outro carinha lá ia tentar defender o RTD, eles arranjam alguma desculpa de “foi feito pelo moffat”, “mas o moffat….”. Completamente estúpido.

    1. Opinião nossa, temos todo o direito. Abraços.

      1. É claro que tem o direito de defender suas opinioes, mas me chateou um pouco não trazerem ninguem que realmente fosse “advogar” pelo RTD e apondar as varias falhas do Moffat, em qualquer debate serio soaria como uma desonestidade intelectual grave, mas sem estresse, só fica a dica para a proxima……

Deixe uma resposta

Fechar Menu