Review – Face the Raven

face-the-raven-promo-pics-8 [Shh, spoilers] Estou escrevendo esta review ainda com lágrimas nos olhos. Mesmo tendo tomado um grande spoiler por decorrência de ter demorado 24 horas para assistir ao episódio, o impacto da despedida de Clara Oswald não foi menor. Clara foi uma companion que existiu por toda a vida do Doctor, sendo responsável por mais momentos importantes na jornada do protagonista do que qualquer outra, e também representa a própria história do programa ao compartilhar do mesmo aniversário (23 de novembro ou hoje, se você está lendo no mesmo dia da publicação do post). É curioso que a comemoração deste ano seja tão triste.

Review – The Woman Who Lived

[Shh, spoilers] The Woman Who Lived, o sexto episódio da nona temporada, é uma continuação de The Girl Who Died, mas com uma trama totalmente diferente. Após ter ressuscitado Ashildr no episódio anterior, tornando-na imortal, o Doctor a reencontra quase 1000 anos depois como uma saqueadora do século 17 e atendendo pelo nome de Me (Eu). A maior parte dos 45 minutos dá ênfase não à ação, mas a uma exploração excelente do desenvolvimento desta personagem e das consequências dos atos do Doctor retornando para encará-lo de frente.

Steven Moffat comenta sobre a saída de Jenna Coleman
Picture Shows: Jenna Coleman as Clara

Steven Moffat comenta sobre a saída de Jenna Coleman

Todos nós sabemos que Jenna Coleman deixará Doctor Who nessa temporada e se você tiver pelo menos um pouco de sentimento, ficará triste com isso. Clara Oswald passou da incômoda Garota Impossível para um personagem real com truques, defeitos e um sotaque de Blackpool. Volte para quando ela estreou na série e a compare com agora, é surpreendente.

Fechar Menu