Doctor Who (1996 – Filme): Trilha Sonora

E eis que temos no blog um dos achados mais raros relacionados à série Doctor Who, tão amada por todos nós.

Muitos conhecem o filme feito para a TV de 1996 da série, considerado por muitos como sendo relativamente “pobre” (e que causou dor de cabeça aos fãs quando o Doctor revela ser parcialmente humano). Porém não há absolutamente nada de “pobre” em sua trilha sonora, que ficou a cargo do americano John Debney, responsável também pelas trilhas sonoras de filmes como “A Paixão de Cristo”, de Mel Gibson, e “Homem de Ferro 2”, baseado no personagem dos quadrinhos, entre outros.

Como de praxe, a trilha sonora começa com uma versão do tema da série. Pessoalmente, acho esta uma das melhores versões, com um som bastante único e percussão bem aparente.

Esta trilha sonora é tão rara pois nunca ficou à venda. Os poucos (pouquíssimos mesmo) CDs produzidos foram apenas uma forma de promover o filme, nos quais poucos puderam pôr suas mãos.

Mas chega de falar, o que vocês realmente querem está logo abaixo.

Download Aqui!

Dados: MP3, bitrate de 160 kbps (não pude encontrar qualidade melhor), stereo.

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!
error

Este post tem 15 comentários

  1. Só posso dizer que é simplesmente, absurdamente, doctoriamente fantástico!!! Valeu pelo post!
    Por essa e por outras que sou super fã do Universo Who!

  2. Maravavilha! Eddy garimperio de plantão! 😛

    Agradecido! 160kbps é uma excelente qualidade!

  3. É mesmo fantástico que consigam isto para nós. Agora vou procurar esse filme. Alguma dica? Valeu.

    1. Eu só o encontrei por torrent, tente procurar no isohunt.com.
      Mas não espere grandes coisas, a história não é das melhores.

      1. Pê, eu gostei. acho que foi mais por todo mundo me dizer que era ruim, acabei criando uma imagem negativa e terminei gostando dele.

      2. eu gostei do filme. teve uma história bem criada e Paul McGann foi um ótimo Doutor nesse filme

        1. Que Paul McGann é um ótimo ator e conseguiu captar perfeitamente o espírito do Doctor não tem nem como contestar. Mas a história foi muito “americanizada” pro meu gosto, seguindo clichês chatos dos filmes dos anos 90.

      3. Eu também gostei. O Doctor tem um estilão Oscar Wilde; a Tardis é minha preferida entre todas, com escadarias, portas que dão para lugares inimagináveis. Também adorei ver o Sylvester McCoy ouvindo jazz, todo relax – aí ficamos sabendo o que o Doctor faz quando não está salvando o universo. A história é mediana, mas vida de fã não é composta só de obras-primas…

        Eddy garimpeiro: cool, rsrs.

        1. Segundo palavras do próprio Moffat, as escadarias da TARDIS do 11 e a peça de vidro soprado no centro do console foram características inspiradas na TARDIS do filme de 1996. 🙂

  4. To ouvindo aqui e fiquei de cara com a versão original do tema de abertura.

    1. Não é a versão ORIGINAL, a abertura é a mesma desde o primeiro Doctor, mas na época era 100% por sintetizadores, nada de orquestras. 😉
      Nós já a postamos aqui antes, junto com todas as outras aberturas (o post foi meu mesmo, por sinal), mas, se quiser ouvir, aqui está: http://www.youtube.com/watch?v=bKg9tuSbXmk

      1. Opa! Muito thank you.. 😀

  5. Onde acho esse filme com legenda em portugues?

  6. Poxa, também achei o filme legal. Adoro demais o Mestre, menos nesse filme. Foi meio infeliz a escolha do ator. Viva John Simm!
    O link do filme é esse aqui: http://www.megaupload.com/?d=VPHSJJ34 . Legenda tem no legendas.tv (:

Deixe uma resposta

Fechar Menu