The Season That Never Was (A Temporada Que Nunca Foi)

Por Karl Felippe

Quando Doctor Who foi tirado do ar em 6 de Dezembro de 1989 (ano de seu aniversário de 26 anos) e o melancólico monologo de encerramento escrito por Andrew Cartmel foi lido pela voz de Sylvester McCoy enquanto o Doctor e Ace caminhavam para longe em busca de aventuras que talvez nunca viriam, o destino da série parecia mais incerto do que nunca. O estúdio de Doctor Who na BBC fechou suas portas, pela primeira vez desde 1963, em Agosto de 1990.
Mas antes do, até então, fim, durante sua vigésima sexta temporada, o trabalho para a Temporada 27 já havia começado, e os planos para ela eram ambiciosos.
A Temporada Que Nunca Foi traria choques e novidades para a série. Segredos começariam a ser revelados sobre a verdadeira natureza do Doctor e seu passado. Se isso seria uma coisa boa ou não, nunca saberemos nesta linha temporal, mas podemos especular…

A vigésima sétima temporada teria sido a última tanto de Sophie Aldred, que interpretava Ace, quanto do próprio Doctor de então, Sylvester McCoy, e suas partidas seriam envoltas em grandiosidade e inovações de conceitos estabelecidos durante todo o correr da série.
A temporada se iniciaria com o arco “Earth Aid” de Ben Aaronovitch. Baseado nas peças teatrais Doctor Who: The Ultimate Adventure e Doctor Who: War World, a estória apresentaria uma raça insetóide samurai, os Metatraxi (que mais tarde foram usados por Lawrence Miles no romance Alien Bodies), e tocaria na questão de projetos humanitários ao mesmo tempo em que mostraria Ace comandando uma nave estelar.

O arco seguinte seria Ice Time, escrita por Marc Platt (embora Platt tenha revelado que o nome foi inventado para um artigo da Doctor Who Magazine sobre as temporadas não realizadas). A estória traria de volta os clássicos Ice Warriors (Guerreiros do Gelo), que não eram vistos desde 1973, no arco da 11° temporada, The Monster of Peladon (3° Doctor), e se iniciaria com a descoberta de uma armadura de Ice Warriors no Londor Dungeon, e motociclistas sendo controlados pelos guerreiros ao usar seus elmos.  A história também seguiria dois guerreiros reencarnados continuando sua rivalidade pelas eras, o que daria oportunidade de revelar mais sobre a raça, se aprofundando em sua história, seu planeta (um planeta marte pastoral e terraformado), bem como seu lado místico.

Por fim, além de introduzir um novo personagem recorrente, Sam Tollinger (que agiria como o Brigadeiro, só que suas conexões seriam no submundo) o serial mostraria a realização dos planos do Doctor em relação a Ace, tornando-a a primeira não-nativa de Gallifrey a se juntar  a Academia Prydoniana.
O próximo arco, nomeado Crime of the Century, seria escrito por Andrew Cartmel, e apresentaria uma nova companheira ao Doctor, na forma da ladra Kate Tollinger, filha de Sam Tollinger, durante uma estória envolvendo trafico de drogas e a polêmica dos testes em animais. Também traria o conceito de uma casa terrestre como base de operações do Doctor. Parte dessas ideias foram reutilizadas por Cartmel no romance “Cat’s Crade: Warhead”(Virgin New Adventures).
A temporada se encerraria com o arco Alixion, de Robin Mukherjee, onde o Doutor seria atraído para um asteróide isolado e forçado a participar de uma série de jogos de vida e morte, e após enfrentar um inimigo com poderes psíquicos, enlouqueceria e regenerar devido à exaustão mental, e não física . As incomuns circunstâncias dessa regeneração não foram criadas por Cartmel, mas expostas por Dave Owen em um artigo para a Doctor Who magazine como teoria, ao ver tal, Cartmel aprovou a ideia, admitindo que ela se encaixava com o estilo dos planos que tinham para a 27° temporada e a partida do 7° Doctor.

Os atores Ian Richardson e Richard Griffiths (o Tio Vernon Dursley, dos filmes da série Harry Potter) foram dois dos nomes mencionados pela equipe de produção como candidatos ao papel do Doctor após a saída de McCoy.

Embora tais estórias nunca terem sido produzidas, quatro audio dramas foram produzidos pela Big Finish baseamdo-se nelas, com Sylvester McCoy, Sophie Aldred, e Beth Chalmers, como a nova companheira do Doctor, a ladra Raine Creevey (uma nova versão do que seria Kate nos episódios nunca realizados). As histórias são: Thin Ice (Marc Platt), Crime of the Century e Animal (Andrew Cartmel) e Earth Aid (Ben Aaronovitch e Andrew Cartmel).

 

No meu próximo artigo, os grandes planos de Cartmel…

 

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Este post tem um comentário

  1. Artigo fascinante, gostaria de saber mais. 🙂 Aliás, por que o artigo “os grandes planos de Cartmel” não foi publicado?

Deixe uma resposta

Fechar Menu