Steven Moffat faz sérias confissões sobre estar à frente de Doctor Who

StevenMoffat

Alegando não estar mais feliz desde a 7ª temporada, o escritor-chefe de Doctor Who, Steven Moffat vem tentando deixar o programa, mesmo sabendo que um dia lamentará não estar mais envolvido.

Em entrevista ao Broadcast Now, no último dia 16, Moffat fez uma série de confissões sobre sua experiência ao longo de mais de 7 anos à frente do programa, revelando os motivos que o fizeram permanecer até 2017, na derradeira 10ª temporada, quando, na verdade, queria ter ficado somente até a 7ª, no aniversário de 50 anos da série. Confira a seguir a entrevista traduzida e adaptada pelo Universo Who:

Peter Capaldi deixando Doctor Who após 2017?

the-zygon-invasion-promo-batch-pics-5 Essa semana, tivemos a notícia de que Steven Moffat deixará Doctor Who após a 10ª temporada. Chris Chibnall, criador da série Broadchurch, entrará em seu lugar. Com isso, já estamos esperando por grandes mudanças a partir de 2017. Novos boatos sugerem que além de um novo showrunner, Doctor Who talvez ganhe um novo protagonista, escolhido a dedo por Chibnall. Lembrando que se tratam de boatos, rumores.

Steven Moffat revela porque John Hurt substituiu Christopher Eccleston no Especial de 50 anos

Steven_Moffat_finally_reveals_why_John_Hurt_replaced_Christopher_Eccleston_in_the_Doctor_Who_50th_anniversary_special Há dois anos, em 23 de Novembro de 2013, O Especial de 50 anos de doctor Who, The Day Of the Doctor, foi ao ar na BBC 1. Foi transmitido simultaneamente em 94 países e estava na programação de 1.500 cinemas ao redor do mundo - um espetacular sucesso para o sci-fi de maior duração da TV. Tiveram documentários em quase todos os canais da BBC e uma enorme convenção de três dias. Ainda assim, muitos fãs ficaram desapontados quando Christopher Eccleston negou retornar para o episódio como o 9º Doctor. Agora, pela primeira vez, Steven Moffat dá detalhes sobre o que estava acontecendo nos bastidores.

Review de “The Time of the Doctor”

5219013-high-doctor-who

SPOILER FINGERS E CUSTARD! Admito que esperava muito mais de "The Time of the Doctor". Como um todo, achei-o fraco, decepcionante se comparado aos outros dois membros da trilogia do Doctor: The Name e The Day. O brilho do episódio está todo em momentos, referências. Algumas cenas brilham, de fato. Vou começar indicando as...

Fechar Menu