“Um homem, uma TARDIS, todo o universo.”

2

Desde que “The Night of the Doctor” foi lançado, foram poucos os fãs de Doctor Who que não pediram por mais do 8º Doctor em vídeo. Uma minissérie, um spin-off, minisódios para a internet, sugeriram. Mas ao que a entrevista de Steven Moffat para a Doctor Who Magazine desse mês indica, não teremos mais nada do Doctor com menor tempo em tela.

“Paul McGann é um ator verdadeiramente brilhante, e ele entende o Doctor completamente. Amei ele, amei escrever para ele. Foi uma honra e um privilégio criar sua última fala (e como eu me demorei tentando pensar nela.) Mas está na hora de Doctor Who voltar ao que é, e sempre será: um homem, uma TARDIS, todo o universo. Lembram daqueles olhos em The Day of the Doctor? A testa franzida, o olhar? Aquele olhar está te encarando do futuro. A hora de Capaldi está vindo…”

Basicamente, Moffat não pretende mais reviver “o passado”, mas seguir em frente. Faz sentido não querer ofuscar um novo Doctor com a volta do McGann, mas que seria fantástico, ah, seria.

 

Fonte

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!
error

Este post tem 18 comentários

  1. Tsc… deviam aproveitar enquanto ele está vivo e jovem… depois não vai dar mais…

    1. Conheço um monte de gente que diria que não é jovem quem tem 54 anos.

      1. seus amigos devem ter 12…

        ele está jovem sim. Ainda dá pra se vestir de Doctor sem ficar ridículo. Night of the Doctor prova isso

      2. Mas ele não precisa se vestir, a voz dele ainda está a mesma desde sempre.

        É uma pena que McGann não conseguiu seu espaço na televisão (e, considerando a qualidade do Filme, ainda bem), mas a Big Finish deu espaço pra ele nos áudios, ambos no estilo da Série Clássica com a linha mensal, e no estilo da Série Nova com as Aventuras do Oitavo Doutor (com estórias mil vezes melhores do que a do Filme).

  2. Só não morro completamente porque tenho, ao menos, o trabalho da Big Finish para consumir e admirar.

  3. Já foi fantástico vê-lo nesses poucos minutos, preencheu um vazio de regeneração que tínhamos e explica o Warrior mais mastigadamente do que foi feito DENTRO da série normal.
    Moffs, está certo.

  4. Verdade , podia ter pelo menos um episodio com ele

  5. Fico feliz em saber que vão deixar o McGann para trás e seguir com a série.

  6. É por isso que o Moffat tem que sair logo. Pela lógica dele então, nem o Tennant e nem a Billie deveriam ter voltado?!
    Seria muito bacana ter no mínimo um episódio inédito de um Doutor do passado por temporada. Isso não seria reviver o passado e sim adicionar conteúdo à série.
    Imaginem novas histórias com o Paul McGann, David Tennant, Christopher Eccleston (ok, ele não iria aceitar mesmo), Sylvester McCoy e os demais que ainda estão quase todos aí firmes e fortes. Inclusive o Matt Smith daqui um tempo.
    Já fiquei com um pé atrás depois que vi as primeiras fotos da gravação do primeiro episódio da 8ª temporada. Temo uma 7ª temporada(a menos legal) Parte II vindo aí, infelizmente.
    Pobre Capaldi… Espero estar errado.

    1. dos outros eu não digo nada.. mas o Paul não teve conteúdo o suficiente como Doctor, digo, nas telas… seria legal pelo menos uma mini-serie, sei lá..

    2. E tu acha que isso não ia atrapalhar o desenvolvimento de um novo Doctor? que ainda precisa ser apresentado para milhares de espectadores? tem que ter em mente que a série só em 13 episódios. E BBc não é boa com orçamento pra ficar fazendo episódio extra. Não faz sentido preparar toda uma despedida pra um cara, pra depois eles voltarem para o papel, ia acabar com todo significado. Especial de 50 anos foi uma exceção

    3. Eu não acho que é assim. Por acaso alguma das últimas 33 temporadas teve um episódio só com um Doutor antigo, exceto os especiais de aniversário? Não, porque a fase deles já passou. Eu não quero que eles voltem. Doctor Who é uma série que continua mudando, não adianta só olhar pro passado. As únicas exceções seriam o McGann, e talvez o Eccleston e o Hurt, que tiveram pouco tempo de tela. E mesmo assim, como um mini episódio ou um especial, não no meio da temporada. Não ia fazer sentido. Além disso, toda a história do 8th Doctor está sendo contada nos áudios, além dos outros livros e comics do universo expandido com todos os Doctors. E quanto a nova temporada, eu não sei se dá pra julgar muito por algumas fotos dos bastidores, ainda mais apenas do primeiro episódio. Espero que você tenha entendido o meu ponto de vista.

      1. Explicando um pouco melhor: Eu não gostaria que eles voltassem. Seria desnecessário, ainda mais no meio de uma temporada. Se quiser revê-los, sempre tem os áudios, livros, comics e episódios para rever.

  7. Pena, McGann traria bastante charme as telas…

    …por outro lado, ele está atuando como Doctor Who pra Big Finish há mais de uma década, então…

  8. Esse foi sempre meu maior problema com Moffat. Ele parece de alguma maneira não gostar muito de relembrar o passado. De certa forma, é bom, pois não faz o Doutor atual carregar nas costas a ideia de que ele é apenas mais um rostinho novo que vai ser odiado por um monte de hater. Mas em contrapartida, acho que uma das coisas que mais gosto em DW é o fato de existir um passado contínuo, personagens e outros Doutores que foram deixados para trás, mas também pensar que um dia eles podem dar um alô de novo.
    E essa política de abandonar o que passou do Steven não é uma das coisas que eu diria apreciar nele. Fiquei muito feliz em ver o Tennant de volta, assim como a Billie, apesar da Rose não ser nem de longe a minha companhia preferida do Doutor, preferia mil vezes uma volta da Donna mesmo, ou da Martha, que prefiro elas. Assim como rever o McGann, que é um incrível ator, eu adorei o oitavo Doutor quando vi o filme, uma pena que ele não aparecerá mais, ao menos enquanto o Moffat estiver no comando. Quem sabe o próximo não dá uma chance? Quem sabe…

    1. Eu não acho que o Moffat não goste de relembrar o passado. A única coisa que ele fez nesse sentido foi apagar os eventos da era RTD na 5ª temporada, e, embora eu não ache que tenha sido muito necessário, isso foi uma exceção. Afinal, boa parte do plot das últimas 2 temporadas é baseado no passado do Doctor, nas ações que ele fez. É só lembrar de todas as referências ao passado; a retomada da Time War, o retorno de vilões como a Great Intelligence, os Ice Warriors, os Zygons e os Silurians, as cenas com todos os Doctors antigos, em episódios com The Name of the Doctor e The Day of the Doctor, o limite de regenerações, as menções de companions antigas, o retorno do Tennant e do McGann. Tudo isso remete ao legado da série sem atrapalhar o futuro.

  9. Gostaria, que o Paul voltasse em um spin-off já estamos num regime de dois anos sem nenhum spin-off novo, a proposito sera que a equipe do universowho, se possivel poderia disponibilizar os episódios do spin-off K9, que foi desenvolvido na australia em 2009 se não me engano.

Deixe uma resposta

Fechar Menu