Moffat: Clara é a personagem principal da 8ª temporada

SJP_MAI_030614-cathy7316_01JPG

Steven Moffat fala sobre as dificuldades de Clara na 7ª temporada da série e como as coisas mudaram para ela nessa nova temporada.

Jenna Coleman estreou oficialmente como companion em Março de 2013 no episódio The Bells of Saint John, mas antes ela havia participado de  Asylum of the Daleks e do especial de natal  The Snowmen, ambos em 2012.

Moffat contou para a  Doctor Who Magazine:

“Uma das dificuldades com a história da “garota impossível” foi que ela não participava realmente da história, pois ela não sabia do mistério… Sem dúvidas ela realmente ganhou vida como personagem com o Doutor de Peter [Capaldi]… de repente havia uma  química diferente.

Peter e Jenna absolutamente pertencem um ao outro em Doctor Who. Para ser absolutamente honesto, tem o problema de… você olha para o Matt Smith em uma gravata borboleta e já procura pela Karen Gillan. É natural. Foi difícil para Jenna.

Você se lembra no passado… Sarah Jane Smith não parecia uma substituta um pouco maçante para Jo Grant, até o Doutor de Tom Baker aparecer? Sarah Jane foi um pouco chata no primeiro ano, então Tom Baker apareceu e – boom – ela foi brilhante.

Clara tem seu próprio Doutor agora, e ela se tornou a personagem principal – o que, claro, a companion sempre deveria ser…”

Fonte

Nos acompanhe e curta nosso conteúdo!

Este post tem 13 comentários

  1. “Peter e Jenna absolutamente pertencem um ao outro em Doctor Who. Para ser absolutamente honesto, tem o problema de… você olha para o Matt Smith em uma gravata borboleta e já procura pela Karen Gillan. É natural. Foi difícil para Jenna.”
    Isso aí acontece porque ninguém quer aceitar coisas novas, um ótimo exemplo disto acontecendo é quando entra um novo Doutor, tava todo mundo chamando o Capaldi de velho, agora que estão começando a gostar!

      1. Igual, o 1º Doutor, era “velho”, o Ator, (tecnicamente, o 1º Doutor Era novo, ja que era sua 1º reencarnação, para os time lords), o 3º tambem era “velho”, e usava gravata borboleta, as pessoas esquecem disso…

    1. Tambem não entendi as reclamações. O 11º me levou quase uma temporada inteira pra me acostumar com ele, principalmente no A Christmas Carol aonde parecia que o episódio foi escrito em torno da personalidade do 10. Mas daí veio o 12 e bum, no segundo episódio eu já conseguí ver ele e dizer “este É o Doutor”.

      1. O Capaldi de doctor ta tipo, perfect, ele entrou ja sendo o doctor, nem precisou de tempo pra se acostumar e como riddle disse com os outros doctor demorei pelo menos uma temp pra conseguir aguentar eles. o problema é que o capaldi é mais velho e a maior parte das pessoas estão esperando um doctor jovem (em geral pq nao se deram o trabalho de ver doctor who antes do 9 doctor), tipo galã e romances tocando cada episodio quando o capaldi é um rabugento com q.i alto que é engraçado sem necessariamente tentar ser engracado e com certeza um bom doctor u.u

    2. Eu ainda não…
      Aliás, por hora, tô achando bem fraquinha esta 8ª temporada… e essa companion tbm não ajuda muito… Tô esperando a “coisa” engatar…

  2. a Clara durante a 7ª temporada não foi tão bem desenvolvida, ela estava lá, viajava com o Doutor e tinha o mistério sobre ela e depois passou a ser sobre os 50 anos e saída do Matt e o desenvolvimento da personagem ficou em segundo plano, agora na 8ª temporada estamos vendo uma Clara diferente, ela possui uma vida, apesar de ser a “garota impossível” ela está mais humana, passamos a ver mais dela. E nessa temporada vemos o Doutor tentando se encontrar se é uma boa pessoa ou não, além disso o destaque vai para a Clara que consegue se virar sozinha e resolver as coisas sem precisar do Doutor a todo momento.

    Sobre a Clara ser a principal, é o que sempre deveria ser, a história é sobre a companion, quando muda uma companion a história da série muda e sempre foi assim e não apenas quando o Doutor se regenera. Já tivermos o conto de fadas da Amy e seu amigo imaginário, agora estamos vendo a História de Clara Oswald.

  3. Pra mim simplesmente fizeram a 7ª meio nas coxas. Não sabiam o que fazer com a Clara, isso não tem nada a ver com o 11 ou a Amy. Eu tava preparada pra amar a Clara desde o primeiro episódio dela. Adorei até Bells of Saint John’s e fiquei esperando por mais. Mas daí vi que não faziam nada com ela… =/ Mesmo o mistério sendo SOBRE ela.

    Mas ainda bem que conseguiram aproveitar o reboot da série e fazer com que a personagem desse certo! Estou adorando! Pena que ela vai embora em breve =(…

  4. Muito legal, concordo com tudo, vc olha pro 11° e procura a Amy, agora a Clara tem seu proprio doutor!!!

  5. Se essa temporada o foco é a Clara então aguardo o crescimento da personagem que de meio apagado (por ter muita lembrança ) do Matt Smith e Amy Pond agora a Clara tem terreno de sobra para ter destaque neste temporada

  6. ahm, me corrijam se eu estiver errado mas…que escreveu o texto nasceu em 23/11/91 ?

    1. Eu não escrevi o texto, apenas traduzi a matéria. E sim, nasci nessa data mesmo.

  7. A segunda parte da 7ª temporada foi diferente dos especiais da 4ª temporada, que teve liberdade criativa pois não estava com pendencias na história (Water of Mars que o diga). O problema foi que haviam inúmeras situações não esclarecidas desde a 5ª temporada, que não foram solucionadas antes da Amy ir e logo adicionaram a Clara. Nesse meio tempo tentaram apresentar a nova companheira, responder ao seu mistério e em último caso tentar responder as questões da era Amy. Resultou num especial de natal que considero o pior, um inicio de temporada até que bom, forçação de barra com o The Rings of Akhaten e outros pouco importantes e que até podiam ser esquecidos (Cold War…). O final de temporada por outro lado foi ótimo em boa parte por causa da interação do Doutor com River Song, a solução até que foi compreensível pro mistério da Clara e o gancho pro The Day of Doctor e da despedida do Math.

    Mas nisso tudo a Clara ficou muito apagada e até forçada (The Rings of Akhaten de novo), sendo que pra mim ela estava abaixo do Craig nos auxiliares do Doutor (até hoje acho que ele teria dado um ótimo companion se fosse quebrado o paradigma do personagem feminino, assim como foi com a Donna), até mesmo nos pequenos momentos ela teve o brilho apagado pela Bad Wolf no especial de 50 anos e pela Amy na despedida do 11º; Quem sabe com novos ares com o 12º, Clara tenha mais espaço e não termine com um sayonara como a Martha… Até onde eu vi ela esteve ótima nos dois primeiros episódios.

Deixe uma resposta

Fechar Menu